O Comentário de Arnaldo Jabor - Arnaldo Jabor

O Comentário de Arnaldo Jabor - Arnaldo Jabor

Brazil

Comentários do cineasta e jornalista sobre política, economia, cultura e comportamento.

Episodes

Ataque do dia 11 de setembro deixou 5 mil pessoas mortas em Nova York  

Ato terrorista foi comandado por Osama Bin Laden e colocou em xeque vários conceitos que sedimentaram o mundo ocidental. Episódio retomou o medo nos Estados Unidos, que estava esquecido desde a Guerra Fria.

Cinema sempre foi mal entendido pelas legislações absurdas  

Leis paralisantes sugerem que o governo não queria que existíssemos. Nos últimos 50 anos, cinema foi responsável por um retrato profundo no Brasil. Lei do audiovisual está sendo ameaçada e precisa ser renovada em breve.

Dependendo do nível de sinceridade, Geddel pode comprometer o próprio governo  

O ex-ministro terá que explicar a origem dos R$ 51 milhões apreendidos em um apartamento em Salvador. Caso surgiu em meio às novidades no caso JBS, com o pedido de prisão contra Joesley Batista e Ricardo Saud.

Moro vai condenar Lula na quarta-feira?  

Juiz de Curitiba responsável pelos casos investigados pela Lava-jato pode divulgar a condenação do ex-presidente na semana que vem. Apesar de todos as informações que foram denunciadas pela operação, petista ainda tem o apoio de intelectuais e analfabetos.

Quase 220 anos depois do ato de D. Pedro I, o Brasil continua dependente?  

Em 1822, o herdeiro do trono português proclamou a Independência do Brasil quando ainda estava se banhando nas águas do rio. D. João VI teria dito que, se seu filho não tomasse essa atitude, alguém tornaria o país independente.

Rogéria representava a vanguarda que avançou sobre a moralidade preconceituosa  

Líder de um movimento silencioso, artista conviveu, na década de 1960, com um Brasil em que os 'machinhos' despejavam sobre os homossexuais seu ódio e seu medo. Em um momento de muitos problemas na política, a experiência da atriz inspira.

A Coreia do Norte está ajudando Trump  

Com os testes de armas nucleares que estão sendo realizados por Kim Jong Un, o presidente dos Estados Unidos ganhou status de presidente de guerra. Trump pode arrasar a Coreia do Norte e leva junto a Coreia do Sul, matando milhares de pessoas.

Estamos diante de um pesadelo humorístico  

Ocidente está desmoralizado após séculos de sonhos com civilização harmônica. O presidente dos EUA, Donald Trump, pode criar situação de guerra para compensar desprestígio em casa. Já Kim Jong-um, da Coreia do Norte, mata o povo de fome para ser respeitado no clube atômico. Existe também um pavoroso desejo de destruição, um instinto de morte.

Pasadena deixou prejuízo de R$ 730 milhões para o Brasil  

Antigos dirigentes da estatal, Nestor Cerveró e Sergio Gabrielli foram condenados pelo Tribunal de Contas da União por irregularidades na compra de metade da refinaria de Petrobras em Pasadena, nos Estados Unidos. Caso é analisado em sigilo pelo juiz Moro.

Exibicionismo é um perigo para a Lava-jato  

Nessa sociedade do espetáculo, a vaidade de figuras centrais da operação é um risco. O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, acaba se portando como um inquisidor, enquanto o ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes resolveu ser 'bonzinho'.

Ministro Henrique Meirelles tem conseguido vitórias no campo econômico  

Novo plano tributário em debate pretende criar taxas tendo em vista mais a renda do que o consumo, o que é muito positivo para criar empregos. A reforma trabalhista já passou no Congresso Nacional. Entretanto, ainda há muita resistência de corporações a essas medidas.

Cinema brasileiro foi responsável por reflexões importantes nos últimos 50 anos  

No entanto, o governo federal tem realizado políticas que atacam as produções. Agora, a Lei do Audiovisual, criada no mandato de Fernando Henrique Cardoso, pode ser alterada pela gestão do presidente Michel Temer.

Por conta da violência, 29 mil pessoas morreram no Brasil só no primeiro semestre  

Ao redor do mundo, os terroristas matam em nome de Alá. Aqui, os criminosos se arriscam e cometem atrocidades para ter um par de tênis. Números da violência no país são muito assustadores, até quando comparados aos dos extremistas.

A burocracia inventou o Brasil  

Segundo a ONU, a burocracia mundial provoca corrupção e prejuízos de mais de US$ 2 bilhões anuais. No Brasil, essa doença nasceu em 1500, com Cabral e suas caravelas, com o objetivo de fortalecer o poder da coroa portuguesa. Este comentário foi ao ar no dia 4 de maio.

'O Brasil progride enquanto dorme'  

Frase foi proferida por Osvaldo Aranha, um dos políticos mais influentes do período em que o presidente Getúlio Vargas governou o Brasil. Expressão também serve para o momento atual, em que os indicadores econômicos mostram algumas melhoras.

Estudos analisam como funciona o cérebro na hora do orgasmo  

Pesquisa na Dinamarca tenta compreender os complexos mecanismos do prazer. Atualmente, o êxtase é mais um momento de alívio. E as tendências da Ciência apontam para uma virtualização desse momento ainda maior no futuro.

Embate entre Trump e a Coreia do Norte coloca o planeta em risco  

Presidente republicano ameaça destruir os Estados Unidos por dentro. Já Kim Jong-un, da Coreia do Norte, promete atacar os norte-americanos e acabar com o país por fora. Com esse cenário, o medo de uma guerra nuclear retorna.

‘O Brasil não perde uma oportunidade de perder uma oportunidade’  

A célebre frase de Roberto Campos se encaixa perfeitamente no país. Foi impressionante a quantidade de deputados que votaram para Temer ficar na Presidência “pelas reformas”. Ele ficou, no entanto, o bom e velho Brasil lento está de volta. Está na cara que ele terá que mudar projetos para aprová-los. Do jeito que vai, como sempre, só vamos reformar a Previdência depois que ela quebrar.

Ataques nucleares no Japão mostram modo americano de matar  

Avião que participou da operação levava o nome da mãe do piloto, o que mostra frieza no trato com a vida humana. Lançamento da bomba atômica na cidade de Hiroshima, no Japão, completa 72 anos, mas episódio raramente é lembrado pelo mundo.

Arquivamento da denúncia contra Temer foi bom ou ruim para o Brasil?  

Essa crise foi produtiva para conscientizar a população sobre a urgência de reformas que, de fato, transformem a realidade brasileira. Pode ser que tudo isso também motive o presidente Michel Temer a deixar um legado para o país.

0:00/0:00
Video player is in betaClose