Episodes


  • Dois casos graves vieram à tona em março deste ano. Homens conhecidos como "gurus espirituais" foram presos por suspeitas de crimes sexuais no Brasil. O primeiro, em Campinas, no interior de São Paulo. O segundo, em Belém, no Pará.

    Em comum entre eles, o modo de agir. Eles são acusados de usar a fé de pessoas em situações de fragilidade emocional.

    Neste episódio, a repórter Renata Capucci recebe especialistas que explicam o que motiva e o que se passa na cabeça desses abusadores. E o que faz das vítimas presas fáceis.



    Isso é Fantástico.

  • Poucas horas após ter deixado a casa mais vigiada do Brasil como campeão do BBB22, Arthur Aguiar recebeu o podcast Isso É Fantástico para responder as perguntas enviadas pelos seus fãs nas redes sociais. O ator, cantor e agora milionário também gravou uma entrevista com a repórter Giuliana Girardi, para o Fantástico, e participou do Domingão com Huck. Entre vários assuntos, ele falou sobre suas expectativas no jogo, sem saber do apoio que ganhava do lado de fora da casa, dos memes sobre sua alimentação, da relação com os colegas confinados e da parceria com a mulher, Maíra Cardi, que também dá seus pitacos no podcast.

    Ao responder sobre entrar na casa já "cancelado", Arthur disse que isso o preocupou:

    "Eu realmente achei que iria sair no primeiro paredão. Eu não entrei cancelado. Entrei muito cancelado! Tem uma diferença aí... Então, sair campeão é uma distância tão grande do lugar que eu entrei, para onde eu saí, que eu nunca achei que seria possível. É por isso que eu digo, eu sei do meu jogo lá dentro, da importância das coisas que eu fiz, mas eu não teria conseguido nesse lugar sozinho: se não tivesse tido toda a ajuda da Maíra aqui fora e toda essa torcida que foi se criando aqui. Eu nem ainda entendi como isso aconteceu! Por isso que sou muito grato a tudo, porque não fui eu que fiz. Foi um conjunto de coisas que me fizeram chegar nesse lugar."

    Essa foi só uma das respostas que Arthur deu aos fãs. Vem ouvir todas as respostas do podcast, que tem não só participação da Maíra Cardi, como da filha deles, Sophia, de 3 anos, que só se reencontrou com o pai na gravação do Domingão com Huck. Sem dar spoilers, a Sophia interrompeu as respostas do pai oferecendo batata frita a ele, acredita?

  • Missing episodes?

    Click here to refresh the feed.

  • A luta contra a homofobia já ajudou a derrubar muitas barreiras para atletas LGBTQIAP+, mas ainda não é uma briga vencida.

    Nas últimas décadas, atletas de todo mundo têm quebrado tabus ao assumir sua sexualidade, sem medo de serem felizes, mas enfrentando muito preconceito e ignorância.

    O MMA - sigla para Mixed Martial Arts ou Artes Marciais Mistas, na tradução para o português - é um esporte de contato, de luta e, muitas vezes, de afirmação da masculinidade e do machismo. E o Brasil é o considerado o berço de grandes lutadores dessa modalidade.

    Neste episódio, você vai conhecer a história de Washington Duarte Souza, que também atende pelo apelido de Princesinha Dourada, o primeiro atleta brasileiro assumidamente gay entre os homens do MMA profissional.

    A diversidade no MMA. Isso é Fantástico.

  • Um caso numa escola de Recife deixou o Brasil chocado: 26 alunos sofreram uma crise nervosa dentro de sala de aula e precisaram de atendimento médico fora do colégio. Os relatos sobre a causa e o espalhamento do surto ainda não são claros, mas especialistas já diagnosticaram o caso como uma crise de ansiedade coletiva. Em um colégio do interior de São Paulo, vários alunos se cortaram com a lâmina do apontador de lápis. O que está por trás deste comportamento "contagioso" entre os estudantes? O quanto dos efeitos da pandemia pode ter influenciado a fragilidade emocional dos jovens?

    Especialistas em psicologia e educação discutiram isso no podcast Isso É Fantástico desta semana, apresentado por Tábata Poline. O psiquiatra Guilherme Polanczyck, professor de psiquiatria da infância e do adolescência da faculdade de Medicina da USP, explicou o conceito de "contágio emocional", que está sendo cada vez mais visível entre os jovens. Já a diretora-executiva da consultoria em inteligência educacional Vozes da Educação, Carolina Campos, colocou em perspectiva a atenção que o Brasil dá à saúde mental dos estudantes em comparação com outros países. Segundo ela, nos EUA, já investem massivamente em políticas públicas de saúde mental para as escolas, enquanto no Canadá e na Austrália isso já é debate desde a década de 1970. Também participa do podcast a repórter Beatriz Castro, que acompanhou e noticiou todo o caso em Recife.

  • Um estudo do Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP) trouxe informações inéditas sobre camadas "invisíveis" da violência contra a mulher no Brasil, um dos países que mais mata mulheres no mundo. Além das vítimas diretas do feminicídio, as mulheres, as pessoas que têm suas vidas diretamente impactadas por um crime violento são seus filhos. Uma reportagem do Fantástico se debruçou sobre essas vítimas, em sua maioria crianças, mas também jovens adultos. Como fica marcada a vida de uma pessoa que perde a mãe de uma maneira tão violenta? E ainda por cima, tendo o próprio pai ou figura paterna como autor do crime?

    Para discutir os detalhes do estudo, a apresentadora do podcast Isso É Fantástico Tábata Poline recebe a diretora-executiva do FBSP, Samira Bueno, que explica em detalhes os recortes demográficos do estudo, aponta dificuldades para se resolver os principais problemas em relação ao feminicídio e propõe soluções para o futuro. O repórter Estevan Muniz conta o que ouviu de entrevistados em famílias que foram marcadas por um feminicídio. Os relatos são impactantes e mostram a necessidade de se discutir o tema.

  • O caso do influenciador digital Kleber Moraes, o Klebim, preso temporariamente no Distrito Federal por suspeita de lavagem de dinheiro que era recebido por meio de rifas e sorteios online, levantou questões entre os usuários das redes sociais sobre o que é permitido e o que é proibido quando se trata desse tipo de operação.

    Neste episódio, Tábata Poline recebe a repórter Sthefanny Loredo, da TV Globo de Brasília, que acompanhou o caso de Klebim desde o princípio e conta detalhes do esquema. Com mais de quatro milhões de seguidores nas redes sociais, Klebim realizava rifas de carros tunados pelo menos desde 2019. A prática é proibida pelo governo federal por ser considerada exploração de jogos de azar.
    Segundo a polícia, ele chefiava uma organização criminosa que, de acordo com as investigações, movimentou R$ 20 milhões em dois anos e é suspeita de realizar a lavagem do dinheiro adquirido nas rifas em empresas, na compra de carros de luxo e de uma mansão.

    No entanto, quem é ativo nas redes sociais sabe que esse tipo de atividade acontece com muita naturalidade na internet. Para esclarecer como isso é possível e o que é permitido ou não, também participam do episódio o delegado Fernando Cocito, diretor da Divisão de Repressão a Roubos e Furtos da Polícia Civil do Distrito Federal, e o advogado Stéfano Ferreira que é especialista em direito digital e cibercrimes.

  • Em pouco mais de dez anos de carreira, Anitta foi presença constante no Fantástico: ela participou do programa pelo menos 15 vezes, fazendo 3 apresentações especiais e uma gravação exclusiva. A jornada dela no Fantástico é tão intensa quanto sua própria carreira.

    Por isso, este episódio especial do podcast Isso É Fantástico conta desde antes do nascimento da cantora: começa com a criação do Funk, o surgimento de Anitta nos bailes e sua missão de conquistar o Brasil, as Américas e o planeta.

    Se 'Envolver' marcou a chegada de Anitta no topo das paradas globais, a medalha de ouro na música premia toda a determinação da artista, um furacão no mundo da música.

  • O Fantástico mostrou um esquema absurdo de golpe: um pastor de Goiás fez uma fortuna milionária pedindo aportes a partir de R$ 50 e prometendo retornos astronômicos de até "quatrilhões de reais". Não é à toa que é tão difícil imaginar essa quantidade de dinheiro: é mais do que a soma de todo o dinheiro dos 10 mais ricos do planeta. Para que uma pessoa fosse tão rica assim, ela teria que possuir toda a riqueza do mundo. Como é possível que este golpe tenha existido e persistido por tanto tempo?

    No episódio de hoje do podcast 'Isso é Fantástico', o apresentador Murilo Salviano recebe o repórter Maurício Ferraz e o produtor Evandro Siqueira. Eles se tornaram desafetos do Pastor Osório, o principal nome destas "operações". É assim que se chama o esquema, que já chegou a dezenas de milhares de pessoas no Brasil. Ferraz e Evandro investigaram por 5 meses a vida do suposto pastor, que não é vinculado a nenhuma igreja, se infiltraram em grupos onde se reuniram os "investidores" e também vítimas do golpe, e contaram tudo o que aconteceu neste período até a publicação da reportagem.

    O professor da Universidade Estadual do Centro-Oeste Ricardo Cifuentes, que também se debruçou sobre as operações do Pastor Osório por meses, é mais um convidado desta conversa. Cifuentes explica não só a base "financeira" do golpe, mas outros detalhes que fizeram com que Osório enganasse tantas pessoas: o que está por trás do "reset financeiro" que o golpe propõe.

  • A influenciadora Jade Picon foi eliminada do BBB 22 no segundo paredão com mais votos da história do reality. Torcendo ou não por ela, não dá pra negar que a jovem de 20 anos foi uma das protagonistas do programa. Ela já tinha uma legião de fãs antes de participar do Big Brother Brasil, mas conquistou muitos outros admiradores nas redes sociais - e fora delas.

    Neste episódio, você vai acompanhar um dia em que ela curtiu a praia no Rio de Janeiro, tirou fotos com fãs, atraiu muitos olhares curiosos e seguiu com a rotina corrida: sessão de fotos, gravações, entrevista e ponte aérea.

    Jade também respondeu dezenas de perguntas que chegaram nas redes sociais do Fantástico. Ela falou sobre tudo! Arrependimentos no BBB, o que vai fazer quando reencontrar Paulo André fora da casa, o que mais gostou, o que mais a surpreendeu, momentos engraçados, sua relação com o dinheiro... Será que uma dessas perguntas foi a sua?

  • Comprar roupas pode ser uma dificuldade, não é mesmo? Principalmente, para as mulheres. Por exemplo: você se apaixona por uma calça, resolve provar a que, teoricamente, é do tamanho que você veste, mas ela não entra. Ou então, a calça passa pelo quadril e fica larga na cintura. Atire a primeira pedra quem nunca passou por algo assim.

    Sem contar que o tamanho de uma roupa também varia bastante de loja para loja. O que é tamanho M no Rio de Janeiro pode ser considerado um G na Bahia. Para mulheres gordas, é ainda mais difícil. Existem lojas que simplesmente não vendem roupas do tamanho delas.

    Mas agora parece que esse problema pode acabar. A ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) fez um estudo e criou os cinco biotipos da mulher brasileira. A partir disso, vai ser possível padronizar os tamanhos das roupas respeitando os diferentes corpos.

    Neste episódio, você vai descobrir como devem funcionar essas novas etiquetas e o que revela esse estudo, realizado durante dois anos. Murilo Salviano conversa com Renata Capucci, que traz esse tema para a roda, e também com a cantora e ex-BBB Naiara Azevedo e com a escritora e jornalista Alexandra Gurgel, que contam os perrengues que já passaram na hora de comprar roupas.

  • No conflito entre a Rússia e a Ucrânia, há muitos personagens no principal núcleo da trama: de um lado Vladimir Putin, líder de uma das maiores potências militares do planeta, do outro, a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), reunindo lideranças dos países mais desenvolvidos do Ocidente, como a Alemanha, a França e os Estados Unidos, representado pelo presidente Joe Biden. Mas o local onde a história se desenvolve não é no centro da Europa ou na América do Norte, e sim na Ucrânia. É onde surge um personagem que à primeira vista parece caricato e coadjuvante, mas é, também, protagonista da guerra entre os países eslavos: Volodymyr Zelensky.

    O chefe de estado ucraniano não tem experiência política na vida real. Mas na televisão ele interpretou o papel mais importante de sua vida, que viria a viver na pele pouco tempo depois. Com carreira no humor, Zelensky começou a se posicionar politicamente a partir de 2014 sobre censura a filmes no país. Desde então, ele se dedicou mais e mais a representar a política em suas produções, até estrelar a série Servo do Povo. O que era totalmente roteirizado para a TV se tornou, em poucos anos, a sua vida, depois que ele próprio se elegeu presidente da Ucrânia, seguindo o sucesso da série. Mas, ele não poderia esperar que o roteiro da vida real seria muito mais duro, colocando em seu primeiro mandato político em toda a vida o principal conflito armado em solo europeu desde a década de 1990.

    Para contar essa história, o apresentador Murilo Salviano recebeu o comentarista da Globo News, especialista em política internacional, Guga Chacra, e o professor de Relações Internacionais da USP e coordenador do Obeservatório da Democracia no Mundo (Odec-USP), Filipe Loureiro.

    Dê o play para ouvir as semelhanças e diferenças da vida real com a arte, além de outros detalhes da história desse personagem importante para entender a Guerra na Ucrânia, o presidente, antes 'palhaço', Volodymyr Zelensky.

  • Várzea Queimada, distrito de Jaicós, no sertão do Piauí, se tornou um laboratório a céu aberto. O povoado, que tem 900 moradores, chama atenção pelo seguinte motivo: 34 pessoas nasceram surdas lá. E mais: os moradores da localidade criaram uma língua de sinais própria para se comunicar.

    Neste episódio, Murilo Salviano recebe o repórter Renan Nunes, da TV Clube, afiliada da Globo no Piauí, que foi conhecer essa nova língua. Participam da conversam também o antropólogo Éverton Pereira e os linguistas Anderson Almeida-Silva e Andrew Nevins, que estiveram na localidade pesquisando as diferentes formas de comunicação existentes entre os moradores.

    Isso é Fantástico.

  • No centenário da Semana de Arte Moderna de 1922, não basta que a discussão gire em torno das obras que foram feitas há um século. O podcast Isso É Fantástico discutiu como a arte feita no Brasil em 2022 e nos últimos anos foi impactada pelas inspirações modernistas e por tudo o que veio depois. Foi assim que reunimos o rapper Baco Exu do Blues, premiado autor de um dos discos mais aclamados dos últimos anos, Bluesman, e Jaime Lauriano, artista e curador de exposições, um expoente da arte plástica brasileira. Eles falaram como absorveram os conceitos modernistas em suas obras e também falaram de inspirações contemporâneas: no caso de ambos, jovens negros, a questão racial e social está no centro das motivações. Para Baco, inclusive, só o fato de realizarem obras com muito menos condições e embasamento cultural do que os modernistas de 1922 - todos jovens brancos de classe média alta - muitos artistas atuais, como ele e Jaime, fazem algo mais "modernista" do que os próprios artistas que se apropriaram do termo, cem anos atrás.

    A discussão entre eles e o apresentador Ernesto Paglia também contou com a participação de Bruno Imparato, diretor artístico do Theatro Municipal de São Paulo. Bruno explica o contexto das transformações artísticas protagonizadas pelos modernistas em 1922 e coloca em perspectiva as mudanças propostas por eles. Ele lembra, inclusive, uma fala de Mário de Andrade que diz que os modernistas não deveriam servir de exemplo, mas sim de lição para futuros artistas. Teriam Baco e Jaime, entre outros, seguido na risca essa orientação? Vem ouvir o podcast para descobrir e participar dessa discussão!

  • Quem nunca se envolveu em uma guerra de travesseiros que atire a primeira pedra… ou melhor, dê a primeira travesseirada.

    Mas quando falamos em guerra de travesseiros, em que você pensa? Travessuras da época da infância, uma brincadeira de festa do pijama, aquela vez num aniversário em casa… não é costume pensa em um adulto envolvido na guerra de travesseiros.

    Só que, nos Estados Unidos, a travesseirada cresceu e virou esporte de campeonato.

    E, se tem campeonato, tem campeão. E campeã. E o brasileiro pode comemorar, porque esse título é nosso!

    Neste episódio, você vai conhecer a brasileira que é a atual detentora do cinturão do PFC (Pillow Fight Championship), o Campeonato de Guerra de Travesseiro.

    Isso é Fantástico.

  • É impossível não saber o que está rolando no Big Brother Brasil. Pode bloquear os comentários do reality nas redes sociais, pode desligar a TV quando acaba a novela, pode trabalhar o dia inteiro de fones de ouvido para não ouvir os colegas debatendo as fofocas do programa... Mesmo assim, quem não ouviu falar dos últimos acontecimentos na casa mais vigiada no Brasil é porque está isolado do mundo, sem acesso a internet, como um náufrago numa ilha deserta. O sucesso do BBB nas redes e na boca do povo é algo que supera barreiras.

    Mas, para além dos comentários dos espectadores diariamente, tem gente que se dedica profissionalmente e quase 24h por dia a comentar o programa. São horas vendo e revendo a todas as câmeras no Globoplay e comentando até as menores ações na casa. Esse esforço deixa os perfis milionários: calma... são milhões de seguidores. Autoridades neste tema, os convidados deste episódio do podcast Isso É Fantástico são Gina Indelicada e Nana Rude. As pessoas por trás desses perfis são Henrique Lopes e Natan Araújo, e eles explicam como funciona o negócio por trás dos avatares. Eles contam tudo para os apresentadores Murilo Salviano e Carol Raimundi.

    Vem ouvir!

  • Neste episódio, você vai ouvir a história de uma investigação que revelou um sistema sofisticado de tráfico de drogas.

    No dia 11 de janeiro, um homem foi preso com roupas de mergulho, de madrugada, nas proximidades do Porto de Santos, no Litoral Paulista. Ele não possuía mercadorias ilegais. Também não tinha antecedentes criminais. Mas o seu sotaque espanhol acendeu um alerta no radar dos policiais.

    Ao cruzar informações com a Polícia Federal, os agentes descobriram que havia um pedido de prisão preventiva do homem, depois de uma ação contra o tráfico internacional de drogas em Vila Velha, no Espírito Santo.

    Segundo os policiais federais, Joaquin Gimenez era um mergulhador especializado em acoplar drogas em cascos de navios que viajavam para a Europa. E ele fazia isso em operações cinematográficas. Por suas habilidades debaixo d'água, ele foi apelidado de ‘Aquaman do Crime’.

    Você vai descobrir agora como era o modus operandi desse mergulhador e o que levou a polícia a desconfiar dele.

    Isso é Fantástico.

  • Só nos últimos 3 anos, o Brasil viveu uma explosão de surgimento células neonazistas: um crescimento de 270%, chegando a mais de 530 grupos que podem reunir até 10 mil pessoas. Para além disso, esses núcleos também passaram a executar ataques terroristas, utilizar as redes sociais para fazer publicações inflamatórias com teor racista, homofóbico, violento e intolerante, e cooptar outros participantes para integrarem os grupos, alguns deles menores de idade. Mas o que está por trás do aumento de pessoas que escolhem fazer apologia ao nazismo, prática que é considerada crime no país? É o que você vai ouvir neste episódio do podcast Isso é Fantástico.

    A apresentadora Renata Capucci conversou com a produtora da reportagem especial do Fantástico Monica Marques e ouviu detalhes de como as células encontraram brechas para se multiplicar da internet para a vida real. Também participa da conversa a professora e doutora em antropologia social Adriana Dias, que estuda neonazismo e outros discursos de ódio desde 2002, e a juíza federal Claudia Dadico, que analisa como as práticas de apologia ao nazismo e outros crimes se enquadram no código penal brasileiro.

  • A pornografia existe na internet desde quando a internet existe. Sites adultos são os primeiros e um dos principais motores da economia digital, portanto a relação entre material pornográfico e as redes é íntima. Nos últimos anos, e principalmente com a pandemia, o compartilhamento de nudes e pornografia amadora cresceu exponencialmente, se tornando, inclusive, a principal fonte de renda de muitas pessoas - os trabalhadores digitais do sexo. Mas um mergulho no mundo dos "packs pornográficos" mostrou um cenário perigoso repleto de pornografia infantil e outros crimes cibernéticos.

    A repórter Giuliana Girardi fez a reportagem deste assunto para o Fantástico e apresenta este episódio do Isso É Fantástico, e o produtor Carlos Henrique Dias foi quem passou meses investigando como funciona o compartilhamento de material adulto nas redes e percebeu todas as nuances, algumas inclusive obscuras: quem são as pessoas que vendem seus nudes por dinheiro; quem são e como funcionam os perfis "verificadores" e "distribuidores"; qual o risco que os menores de idade correm compartilhando nudes na internet; a quantidade de crimes de pedofilia que ocorrem nas vendas de fotos e vídeos de adolescentes, crianças e bebês, além de agenciamento de menores com esse intuito.

    Participa também a delegada Simone Moutinho, titular da Delegacia Especializada de Repressão ao Crime Contra a Criança e ao Adolescente, da Bahia, que indica os crimes em que incorrem aqueles que negociam ou armazenam pornografia infantil, ou incitam ou aliciam menores de idade. Ela também diz como avalia as operações policiais que renderam prisões e o que acredita que seria o ideal a ser feito para prevenir esses crimes.

  • Neste episódio, Renata Capucci recebe o poeta Bráulio Bessa, que acaba de lançar, no Globoplay, a série documental ‘Poesia que Transforma’.

    O poeta, que faz tanto sucesso no programa ‘Encontro com Fátima Bernardes’, não é o foco desse documentário. A estrela é a poesia e como as palavras que saem do coração de Bráulio impactam a vida de brasileiros de todos os cantos do país.

    Os diretores Duda Martins e Chico Walcacer também participam da conversa e contam detalhes deliciosos dos bastidores do projeto.

    Isso é Fantástico.

  • Você pegou um gripão nas últimas semanas? Conhece alguém que pegou? Provavelmente, sim, né?

    Pois é, o Brasil pode começar o ano de 2022 com duas epidemias simultâneas: a de Covid-19 e a de gripe.

    Infectologistas ressaltam que as medidas restritivas contra o coronavírus reduziram a circulação de outros vírus respiratórios, mas, agora, com o relaxamento das medidas e a baixa cobertura vacinal contra a Influenza, a ameaça do avanço da epidemia é uma realidade.

    Neste episódio, o doutor Drauzio Varella e a infectologista Nancy Bellei explicam como age o vírus da gripe, quais são os sintomas mais comuns e como distinguir Influenza de Covid.

    Isso é Fantástico.